Psicomotricidade

Perturbações do Desenvolvimento, Espetro do Autismo, Hiperatividade e Défice de Atenção, Dificuldades de Aprendizagem... A resposta da terapia psicomotora.







Psicomotricidade é uma terapia que dirige a sua ação de diagnóstico, prevenção e tratamento à criança e ao jovem, analisando-os através do seu corpo em movimento e em relação ao seu mundo interno e externo.  
O corpo é a sede unificada das aquisições cognitivas, sensório-motoras, psíquicas e afetivas, adquiridas ao longo da vida. Por isso é sobre o "corpo em interação" (ação do sujeito) que a Psicomotricidade intervém. 
 
 A que situações se destina? 
- Perturbações do desenvolvimento 
- Imaturidade neuromotora 
- Dificuldades de leitura e escrita (discalculia, disgrafia, dislexia, disortografia)  
- Perturbações do comportamento e da aprendizagem 
- Dificuldades na auto-regulação
- Défice de atenção e hiperatividade (PHDA) 
- Perturbações do espectro do autismo
- Tiques, mutismo, gaguez 
- Psicose infantil
- Dispraxias. 
 
Com que recursos?

É realizada numa sala própria com variados materiais promotores do desenvolvimento (cognitivo, motor, sensorial, relacional...) e através da utilização de modelos de intervenção e de técnicas específicas para cada caso clínico.

Motricidade Fina - Pega - Coordenação motora fina - Manipulação e força manual - Integração visuomotora
Atividades de pré-simbolização e simbolização

Motricidade Global - coordenação- Força- Movimento - Equilibrio - Agilidade

Jogo - Técnicas de "Play Therapy"- Atividades de autoregulação e processamento sensorial


 Dinâmica das sessões:

Pode ser individual ou em pequeno grupo, de acordo com a especificidade e o nível de cada quadro clínico.
A duração de uma sessão de Psicomotricidade varia entre 40 a 50 minutos. O psicomotricista começa por fazer uma observação, através de um conjunto de testes standardizados e procedimentos de avaliação.
Com base nas necessidades do sujeito, recolhidas através de um aprofundamento multidiscliplinar  (o psicomotricista trabalha lado a lado com outros profissionais como o pediatrapedopsiquiatraneurologistapsicólogoterapeuta da fala ou professor).
É traçado um projeto terapêutico personalizado de determinada frequência e duração. Os diferentes objetivos são discutidos em continuidade com os outros profissionais, com o sujeito e com a família.

Saiba mais sobre a intervenção psicomotora direcionada ao adulto e ao sénior.
 
Marque a sua consulta